Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

COVID-19
Município faz balanço da situação hospitalar e avalia sugestões de restrições do Estado

Publicado em 23/02/2021 às 19:07 - Atualizado em 23/02/2021 às 19:07


Créditos: Marcelo Becker/Decom/PMT Baixar Imagem

A gravidade do cenário da pandemia da Covid-19 em todo o Estado mobilizou nesta terça-feira (23) profissionais da área médica, representantes de hospitais, prefeitos, Ministério Público, Assembleia Legislativa de Santa Catarina (ALESC) e o Governo do Estado. De Tubarão, o prefeito Joares Ponticelli participou de uma videoconferência onde foi apresentada como solução emergencial algumas medidas de restrições de abrangência estadual que serão avaliadas pelos municípios nesta quarta-feira (24).

 

Enquanto o prefeito participava do encontro online para encaminhar uma solução coletiva em nível estadual, na Sala de Atos da prefeitura o diretor-presidente da Fundação Municipal de Saúde Daisson Trevisol conversava com representantes de hospitais, juntamente com o secretário adjunto de Saúde do , Alexandre Lencina Fagundes e o superintendente de Serviços Especializados e Regulação da Secretaria de Saúde Ramon Tártari.

 

“Foi uma reunião de trabalho para prevenir a situação que está por vir. Alinhamos trativas para aumentar o número de leitos no Hospital Nossa Senhora da Conceição e também nos hospitais de Braço do Norte, Imbituba e Laguna”, destacou Daisson.

 

As medidas restritivas nas atividades sociais que o Governo do Estado apresentou inicialmente aos prefeitos serão avaliadas de maneira mais atenta nesta quarta-feira (24), mas o prefeito Joares Ponticelli adiantou que em Tubarão uma ação mais restritiva será aplicada em velórios.

 

“Vamos estudar um pouco mais de restrições nos velórios. Infelizmente esse é um tema muito sensível, mas tivemos casos de contaminação em massa em velórios por isso vamos rever algumas questões no decreto e também recriar a força-tarefa de fiscalização para coibir e tentar reduzir o índice de contágio que está muito elevado e vai colapsar o sistema de Saúde em Santa Catarina”, alertou o prefeito.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar

Covid-19