---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

saude
ESPECIAL SAÚDE: Farmácia, mudanças significativas para uma saúde melhor

Publicado em 08/11/2019 às 15:29 - Atualizado em 08/11/2019 às 15:32

Basta ser atendido na Unidade Básica de Saúde (UBS) e receber uma receita médica, que a Farmácia Básica é o destino de todos os pacientes. Desde 16 de abril de 2018, quando passou a funcionar no Centro de Referência em Saúde Margem Direita, até outubro, foram realizados, nas três farmácias, mais de 218 mil atendimentos para a população tubaronense. 

 

 

A parte estrutural da farmácia, na nova gestão, cresceu e agora oferece aos pacientes frequentadores mais conforto e qualidade no atendimento. Antes, muito pequena e sem muito acesso, agora conta com uma grande recepção, uma pré-triagem e banheiros com acessibilidade. Além disso, os guichês aumentaram significadamente, para um melhor e mais rápido contato com a população.

 


O coordenador da farmácia municipal, Philipe Honório, ressalta também que beneficiou o funcionamento interno do setor. “Aumentou e melhorou muito a organização e reunião dos funcionários. Antes não tínhamos um espaço próprio para recebimento e entrega de medicamentos. Agora, temos uma grande área de estoque para armazenar os remédios.”

 


Farmácias


Aberta das 7 às 18 horas, a Farmácia Básica distribui atualmente cerca de 158 medicamentos necessários para a maioria dos habitantes. E neste um ano, promoveu o acesso aos medicamentos a aproximadamente 135 mil pacientes.


A farmácia dos componentes especializados distribui os remédios de custeio do estado, via protocolos para patologias específicas e atendeu cerca de 59 mil pessoas. Já a farmácia de medicamentos judiciais distribuiu mais de nove mil remédios para quem possui autorização para remédios específicos. Ambas funcionam das 7 às 12 horas, sem abrir nas quintas-feiras.

 


Posto Farmacêutico


A última novidade do setor foi a instalação de um posto farmacêutico na Policlínica Central. Com horário estendido, das 18 até as 22 horas, o novo ambiente beneficia os pacientes que são atendidos no horário estendido. Da implementação, em junho, até o final de outubro, foram mais de 3,1 mil pessoas que saíram da consulta médica, em horário noturno, com o medicamento em mãos. De acordo com o diretor-presidente da FMS, Daisson José Trevisol, essa ação auxilia na adesão do tratamento. “Esse serviço privilegia quem precisa já começar a utilizar o medicamento no dia. Então, ele da mais acesso à população, facilita o tratamento e faz com que ele tenha, também, mais efetividade”.